//
você está lendo...
Cobertura Jornalística, Evento Externo

FÓRUM REALIZADO EM BRASÍLIA DISCUTE A LIBERDADE DE IMPRENSA

Por Aline Brito

Na última quarta-feira (03), o auditório da Ordem dos Advogados Do Brasil no Distrito Federal (OAB-DF) recebeu o 9º Fórum de Liberdade de Imprensa e democracia. No dia mundial da liberdade de imprensa, o evento discutiu a importância do livre exercício do Jornalismo, bem como o direito à informação e a liberdade de imprensa como cláusula pétrea da democracia.

O fórum contou com a presença de nomes importantes do cenário político brasileiro e também com jornalistas renomados. Para abrir com grande estilo, a Ministra e Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmen Lúcia, falou sobre a relação da democracia e cidadania, e a relevância da liberdade de imprensa para o pleno exercício de ambos. Em seu discurso, a Ministra também anunciou uma Comissão no Conselho Nacional da Justiça (CNJ), para apurar ações, no judiciário, contra a liberdade de imprensa.

Na visão da Ministra o Brasil não é um país que garante livremente o exercício do jornalista, mesmo tendo uma Constituição que garanta o direito à informação. Em sua fala, Carmen declarou “quero apurar isso de uma forma melhor para saber quais são os problemas gerados com uma Constituição que garante a liberdade, com texto que não necessita de grande intervenção para ser interpretado. É proibido qualquer tipo de censura, no entanto isso continua a acontecer, jornalistas que não podem exercer seus direitos”.

No desenrolar do fórum, a Revista IMPRENSA apresentou os resultados da inédita pesquisa Liberdade de Imprensa 2017. Fruto de apuração, a pesquisa mostra a percepção de jornalistas brasileiros quanto à liberdade na redação, na publicação de matérias e no exercício da profissão como um todo. Apresentada pela Diretora Geral da Fran6 Pesquisa e Auditoria de Marketing, Adelia Franceschini, o levantamento analisou a percepção dos profissionais quanto ao grau de independência no exercício da profissão. Em comparação com os dados da primeira edição realizada em 2007, notou-se que a sensação de liberdade de imprensa diminui no decorrer dos últimos dez anos, e, segundo jornalistas brasileiros que responderam à pesquisa, o atual governo é o principal responsável por essa queda.

Cheio de novas iniciativas, o fórum também foi marcado, além da divulgação da pesquisa, pelo lançamento do troféu imprensa. Com o intuito de homenagear personalidades brasileiras que contribuíram para o livre exercício do jornalismo e pela carreira e histórico de contribuição para a liberdade de expressão, o troféu foi concedido ao jornalista Caco Barcellos, ao magistrado Carlos Ayres Britto, ao acadêmico Fernando Schuler e ao legislador Miro Teixeira. Em seu discurso de agradecimento, Caco Barcellos dedicou o troféu  a toda sua equipe do Profissão Repórter, já Miro Teixeira afirmou em sua fala que a “imprensa é a única instituição privada capaz de fiscalizar o governo”.

O 9º Fórum Liberdade de Imprensa e Democracia foi uma iniciativa do Portal e a Revista IMPRENSA em parceria com a Souza Cruz e o Grupo Globo.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Sobre

A Olfato é a empresa júnior de Jornalismo da Universidade Católica de Brasília.

A agência oferece serviços e produtos em comunicação realizados por alunos esforçados e comprometidos.

Neste blog, você encontra conteúdos produzidos por membros da empresa.

Contato

olfatocomunicacao@gmail.com

Endereço

Campus I - UCB
%d blogueiros gostam disto: