Publicidade por um mundo melhor

O papel do criativo na nova estrutura da comunicação foi debatido em uma grande troca de ideias com o Front-end Developer da Flama, Caê Penna

 Em busca de um universo cheio de possibilidades, o segundo dia do The Wall Break, evento realizado na Universidade Católica de Brasília, foi de grande exploração sobre o principal tema abordado nessa edição: Um universo de possibilidades. Na troca de ideias, Caê Penna, Front-end Developer do estúdio de design de serviços, Flama, trouxe  O papel do criativo na nova estrutura da comunicação para o debate. O convidado abordou sobre a desconstrução das estruturas regradas de uma agência de publicidade, em prol do meio social.

A proposta era mostrar a diversificação de funções num novo modelo de comunicação, saindo da “zona de conforto” padronizada pelas agências em geral, caracterizadas por briefings focados sempre nas necessidades do cliente, cargos divididos por função, custos altos com um retorno difícil de determinar e entre outros aspectos. Ao exibir um outro modelo adotado por várias agências, Caê destacou a expressão Human Centered Design, cujo projeto é focado nas pessoas, atendendo sempre a necessidade social, sem exigência demasiada de recursos financeiros.

web_TWB_16_n-6016Segundo ele, para que isso possa ser feito, é necessário que existam as personas e workshops: “Pessoas com funções multidisciplinares, compartilhando entre si ‘um pouco de cada uma’, ao fazer um trabalho interno, com workshops e educando sobre a ideia”. O palestrante afirmou também que o processo ocorre da mesma maneira com os clientes, contudo há um processo de filtragem e adaptação maior para a construção da perspectiva dos mesmos.

Logo em seguida, a professora especializada em fotografia, Ane Molina, levantou questões sobre o funcionamento e as buscas da metodologia, a ausência do foco de visar o lucro, a dinamização do modelo apresentado, abordando de forma clara a filosofia de pensar sempre no cunho social.

No outro lado

            Caê Penna se formou em Publicidade e Propaganda pelo IESB em 2013, atualmente trabalha no estúdio de design de serviços, Flama, e possui um currículo vasto e diversificado. Dentre as experiências,  a viagem que fez para a Índia, onde fez estágio de branding por seis meses e assinou contrato de trabalho que perdurou por mais seis. Por essa viagem, ele projetou campanhas para a Crosspollen (estúdio de branding), realizando criações de workshops, com o foco no ideal do Human Centered Design, buscando alto retorno da campanha sem o uso demasiado da verba.

 A intenção é fazer com que o mundo seja muito melhor, demonstrar que isso está sempre ao alcance de quem busca fazer e logo repartir com quem precisa. “Independente do novo modelo ou mesmo trabalhando com um modelo mais tradicional, acho importante focar nas pessoas e entender o que elas querem, precisam e o que vai trazer mais valor para elas”, finaliza.

Ana Júlia Tolentino para a Olfato Comunicação
Editada por Isabela Menezes da Olfato Comunicação
Edição final Professora Fernanda Vasques

Anúncios

Um comentário sobre “Publicidade por um mundo melhor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s